Você está aqui: Home › Colunas › Editorial
Editorial

E-mail: noticiasdaregiao@terra.com.br

02/05/2018
O trem está chegando

O trem está chegando à região de Varginha. Enfim, os recursos federais – provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – para o reinício das obras de prolongamento da Linha 9 – Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), de Grajaú até Varginha, foram liberados e já foi assinada a ordem para retomada dos trabalhos.

Depois de anunciada com toda pompa e foguetório pelo ex-governador Geraldo Alckmin, a extensão da Linha Esmeralda até Varginha foi interrompida por falta de recursos e só agora, depois de anos, tudo indica que ela será retomada e deverá estar concluída e em operação, segundo previsão das autoridades, no segundo semestre de 2019.

 

Há que se destacar a movimentação popular, inclusive através do “Movimento Trem Já”, que realizou atos públicos, manifestações por meio da imprensa e se reuniu várias vezes com técnicos da administração estadual, reivindicando o reinício imediato das obras de prolongamento da linha até Varginha. Também o envolvimento de parlamentares da região que tentavam interceder junto ao governo para que as obras fossem retomadas a todo custo, em razão da necessidade daquele meio de transporte para a população do extremo Sul.

Entre eles, o deputado federal Arnaldo Faria de Sá que solicitou e conseguiu a liberação dos R$ 25 milhões em recursos federais para obra, recursos estes que estavam parados no Ministério das Cidades. Vale lembrar que o valor total informado para a realização da extensão de 4,5 quilômetros até Varginha é de quase R$ 950 milhões, dos quais R$ 500 milhões foram prometidos pelo governo federal, em 2014. Entretanto, até o final de 2016, a obra foi tocada com verba do governo estadual. Somente em outubro de 2017, foram liberados os primeiros recursos da União.

Agora resta acompanhar o reinício dos trabalhos de prolongamento da Linha 9, e que não haja mais percalços e transtornos e que o novo trecho seja entregue e entre em operação dentro do prazo previsto, beneficiando mais de 110 mil usuários de Vila Natal, Jardim Icaraí, Jardim São Bernardo, Palmares e outros bairros próximos, além dos atuais 620 mil usuários diários da linha, segundo a CPTM.

 

A companhia também garantiu que a frota de trens “será ampliada na Linha 9, de acordo com o aumento da demanda”, tendo em vista o crescimento do número de passageiros com a entrada em operação do novo trecho. Atualmente, em certos dias e horários, usuários entram nos trens em sentido contrário ao seu destino para assegurarem um lugar dentro do vagão para a volta.

 

Essa luta de anos pelo prolongamento da linha de trem até Varginha deverá terminar no final do ano que vem. Mas, aí então, uma nova luta – e talvez, tão mais difícil quanto esta – deverá se iniciar. A extensão da Linha 9 até Parelheiros, um distrito com cerca de 160 mil habitantes, bem mais distante, mais carente de transporte público e para o qual o trem urbano e de qualidade seria, com certeza, um presente dos céus.




Coluna Interlagos

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Interlagos e região.